Tag Archives: dcuo

Lançamentos do mês – Set/2011

UFA!!! Deu tempo…

Peço desculpas a todos pelo sumiço repentino, mas as coisas andaram corridas ultimamente. Em ritmo corrido, apresento-lhes (finalmente!) os lançamentos de Setembro (a maioria já está nas lojas, mas vocês perdoam, né?).

Dead IslandDead Island: muito foi falado nos últimos meses sobre este game, que finalmente ficou disponível no último dia 6, para PC, PS3 e XBOX360. Depois de muitas promessas e até algumas polêmicas, o jogo saiu, mas sem agradar muito; na verdade, foi uma certa decepção para muito. Concordo que não apenas mais um jogo de zumbis, mas ele não consegue se sobressair. A RPGficação de Dead Island tornou o jogo, ao meu ver, um tanto mais maçante. E creio que, quem já o jogou, há de convir que o “horror” do gênero assusta cada vez menos.

Resistance 3Resistance 3: No mesmo dia do lançamento do badalado Dead Island (dia 6), chegou também às lojas, bem caladinho, Resistance 3. Embora seja mais um título de FPS, ele agradou muito à crítica e aos gamers. Ótimos gráficos, jogabilidade desafiadora e um abarrotado de armas fazem desse Resistance um dos bons jogos do ano. Infelizmente, ele é exclusivo para PS3. Mas os donos do XBOX36o não estão preocupados com isso, pois só eles podem jogar o esperado…

Gears of War 3Gears of War 3: Eis que a tão aclamada trilogia chega ao fim, da melhor maneira possível. No último dia 20, apenas para o X360, chegou às lojas este que será, sem sombra de dúvidas, o Top 3 dos games FPS deste ano (arrisco dizer, sem grandes problemas, que os outros dois serão Call of Duty 3 e Battlefield 3). Cenários sensacionais, gran finale da estória, mais difícil,brutal e sangrento. Confesso que não sou um dos maiores fãs do gênero e, principalmente, do título, mas até eu fiquei encantado com essa sequencia. Must have!

F1 2011F1 2011: Depois da boa repercussão obtida com o título do ano passado, F1 2011 continua bom, com várias inovações que o tornou mais desafiador e, ao mesmo tempo, com algumas falhas. O game, que saiu dia 20 para PC, PS3, XBOX360 e até para 3DS e PS Vita. O jogo é tão fiel ao esporte que te prende em frente à TV (ou monitor), achando que está realmente pilotando uma Ferrari ou uma Williams. Além disso, o co-op é diversão garantida para duas pessoas.

Fifa 12Fifa 12 x Fifa x PESPro Evolution Soccer 2012: Não dá pra evitar. Até na data de lançamento há a tão famosa rivalidade, como todo grande clássico do futebol mundial, com ambos chegando às lojas no dia 27 (também conhecido como HOJE), para PS3, PS2, PSP, X360, PC, WII e 3DS. Como todo ano, existe uma leve “vantagem” para o FIFA 12, que possui todos os times licenciados, enquanto o PES ainda é precário quanto a isso.  Inovações também não faltam para o game da EA com relação aos apresentados pelo da Konami. Porém, os diversos vídeos postados por pessoas que jogaram o demo do primeiro conseguiram desanimar muitos fãs. O novo sistema de colisão do jogo foi mostrado com falhas grotescas, o que proporcionou várias boas risadas assistindo a vídeos de gameplay da demo no youtube. Por isso, PES 2012 1 x 0 Fifa 12. Ao menos, por enquanto.

Outros Jogos

NHL 12 (esportes – hóquei): dia 13, com versões para PS3 e XBOX 360;

Call of Juarez: The Cartel (FPS): dia 13, com versões para PC, PS3 e XBOX 360;

X-Men: Destiny (Beat’em Up): dia 27, com versões para DS, WII, PS3 e XBOX 360;

A Game of Thrones: Genesis (RTS): dia 29, apenas para PC.

Últimas Notas

Star Wars: The Old Republic finalmente tem data de lançamento divulgada. No último dia 24, foi finalmente divulgada a data de lançamento do SWTOR, que será dia 20 de Dezembro nos EUA e dia 22 do mesmo mês para a versão européia. Embora com tanta espera, você corre o risco de não obter o seu. Isso porque a EA já disse que colocará um número limitado de cópias do jogo para venda, de modo a garantir a estabilidade dos servidores. Um problema desse tipo pôde ser visto na estreia do DC Universe Online, que teve diversos problemas por causa da “superlotação” dos seus servidores. E já que estamos falando de DCUO…

DC Universe Online também se rende ao F2P. Para vocês que, como eu, apenas esperavam o dia em que isso iria acontecer (e para meu colega Tetris, que não esperava, mesmo eu tendo avisado), apenas dez meses depois do seu lançamento, DCUO vai virar Free To Play em Outubro. Mas, segundo o produtor executivo da SOE, não é por causa de uma possível queda no número de assinantes, mas porque “era o planejamento nosso desde o primeiro dia”. Ah, claro… me engana que eu gosto, seu bobinho!!!

Motivos superpoderosos para adquirir (ou não) o DC Universe Online e uma bela novidade

Provavelmente, alguns dos que estão aqui me lendo estão loucos na dúvida se vão agora mesmo em alguma loja, seja ela física ou virtual, comprar o game número em downloads pela Amazon.com (notícia dada ontem pelo John Smedley, de quem falei no post anterior. Pois bem, eu também estou. E vou mostrar agora alguns motivos que me fazem permanecer na dúvida (muito embora eu já esteja pendendo pra um lado):

Será tão legal assim lutar ao lado deles?

Motivos que me fazem querer ir à loja:

  1. Eu não tenho PS3 ou XBOX360! Dessa forma, eu tenho limitações de títulos interessantes para minha plataforma de jogos (PC). Falei um pouco disso no post anterior;
  2. Ver o mundo da DC em um game é sempre empolgante. Imaginem agora esse mundo construído com a mais alta fidelidade, com personagens criados por você jogando AO LADO do seu herói OU vilão favorito;
  3. A interface com o player parece estar muito bem construída, com cenários muito bem montados e facilmente reconhecíveis pelos fãs dos quadrinhos, a dublagem dos personagens está legal
    (Coringa é sempre um personagem de destaque, e seu voice acting faz jus a isso) e as batalhas estão interessantes e divertidas (ao menos, ao que se percebe nos vídeos);
  4. A oportunidade de criar aquele seu personagem com o máximo de detalhes possível é legal (muito embora não aparenta ser tão rico quanto o Champions Online), e as armas e todas as outras bugigangas que você sai pegando enquanto joga não necessariamente mudam sua roupa.

Motivos que me fazem dar valor ao meu dinheirinho:

  1. O jogo não é tão barato, pelo menos, aqui no Brasil, que pode sair por até 120 reais, já que você precisa ter um cartão de crédito internacional (ou seja, comprar em dólar) ou comprar por uma dessas lojas legais tipo a THSGamers (sem propaganda). Se você compra por uma loja, sai pior, porque você tem que comprar o GameCard do jogo pra poder ativar os 30 dias que você tem direito ao comprar a CD-Key, como normalmente acontece atualmente com os MMOs. Mandei um email para o suporte da loja THSGamers apenas para confirmar e a resposta está abaixo:

    E como se não bastasse, outras opções como o Steam têm IP block para a compra em alguns países, inclusive o Brasil;
  2. Muitas pessoas que estavam jogando o beta disseram que o jogo era repetitivo e que era fácil passar de nível. A julgar pelo fato de o nível máximo ser 30, sei que enjoaria muito fácil do game. Na época em que comprei City of Heroes, a reclamação era a mesma, mas ainda assim o comprei. Nem cheguei a completar os 30 dias de jogo ganhos com a CDKey. Sei que as reclamações eram com o beta, mas os reviews que li também reforçaram isso, embora com menos veemência;
  3. Vários bugs daqueles que enchem o saco já foram reportados e os servidores vivem abarrotados, logo as pessoas, principalmente com uma banda de internet não tão grande, têm dificuldades com os lags e com a demora pra entrar no servidor;
  4. A interface do jogo aparenta ser mais voltada pra um controle do que pro bom e velho teclado e mouse. Parece que o carinho foi todo pro PS3 e o PC ficou com o resto.

Ao meu ver, o lado de dar valor fala mais alto. Os empecilhos têm um peso muito maior (e não só no bolso), pois, assim como eu, você pode ficar MUITO arrependido em gastar uma grana preta comprando a CDKey (E O GAMECARD) e acabar enjoando do game em metade do tempo que lhe resta.

Mas pra alegrar as pessoas que eu possa ter desanimado pelo que acabei de dizer, há pouco tempo vi uma notícia que me motivou a deixar de vez minha escolha por DCUO: Champions Online: Free For All!!!
Exato, Champions Online agora segue o esquema de vários MMOs, como D&D Online, também da  Atari, e vai ter o velho esqueminha de “o game é de graça, mas tem umas coisinhas legais pra você comprar aqui na minha loja online”. Provavelmente, é uma estratégia pra tentar competir com o sucesso de DCUO (uma estratégia bem interessante, diga-se de passagem), mas que vem sendo adotada por quase todos os MMOs atuais, então base para eles terem tomado essa decisão eles têm. Se ela terá sucesso, só o tempo dirá.

Pra terminar, dar-lhes-ei uma segunda e uma terceira opiniões: os reviews da Gamespot e do FuriousFanboys.com. Além disso, aqui está a entrevista em que o produtor executivo do Champions Online Shannon Posniewski falou sobre o lançamento do CO gratuito (em inglês).
E uma boa sorte em sua decisão.

Só o Flash poderia ser tão rápido (e arrebatador)

Quem ganha em uma corrida entre o SuperMan e o Flash ao redor do planeta? A Sony, claro!

O presidente da Sony Online Entertainment, John Smedley, confirmou em seu twitter ontem o sucesso estrondoso que o DC Universe Online, lançado dia 11 de janeiro, vem tendo em tão pouco tempo. Segundo ele, o DCUO é o jogo de vendagem mais rápida da história da companhia e acrescenta ainda que foi o jogo mais vendido no Steam na última semana. O sucesso foi tanto que eles tiveram que correr atrás pra colocar mais quatro servidores (2 US e 2 EU) em funcionamento no dia 18, ou seja, com apenas uma semana de lançamento.

Mais uma volta do Flash na Terra pra espalhar o DCUO

Mais uma volta do Flash na Terra pra espalhar o DCUO

Smedley ainda cita que a porcentagem de vendas entre as plataformas do jogo está 52% para o PS3 e 48% para o PC. Tiro disso que:

1) Isso PODE SER uma mostra de que esse nicho é altamente rentável. “Espere aí, King, depois de tudo que foi dito aí, por que você ainda diz que pode ser?”, você pergunta. Eu respondo: porque o DCUO vendeu tanto assim por ter sido baseado em algo com anos de história e consolidação, que é a DC Comics. Garanto que, se a SOE pegasse o MMO City of Heroes/Villains ou o Champions Online (cito esses pois são os que têm mais em comum com o DCUO), o sucesso não seria o mesmo, pois não teriam a marca, o selo de qualidade DC. Até eu, que gosto mais da Marvel que DC, quero sentir como está o jogo (mas estou vacilando pra comprar – explico mais tarde, em um próximo post).

2) O PC vai ser ainda mais abandonado pelas empresas de games (o que me deixa triste). Basta tirar os últimos grandes lançamentos pra PC e pras outras plataformas. O grande foco hoje em dia de jogos para PC é jogos FPS e MMO, com os jogos de outros gêneros sendo lançados mais remotamente, muitas vezes com atraso e/ou sem o devido respeito. Percebemos isso, por exemplo, com Assassin’s Creed: Brotherhood, lançados em meados de novembro do ano passado para PS3 e X360, mas só será lançado dia 22 de fevereiro desse ano para PC. Honestamente, eu acho um desrespeito para com os fãs da série e com os donos de PC em geral ter um dos maiores destaques no mundo dos games atualmente sendo lançado mais de três meses depois para essa plataforma. Se fazem isso de agora, quem garante que isso não acontecerá com MMOs também?

Você pode até estar achando que é um pouco de paranóia minha, mas depois de tanto tempo caçando e esperando por títulos dignos para meu desktop, é mais fácil andar com uma pulga atrás da orelha.

Até porque eu não tenho tanta grana quanto o Bruce Wayne (ou o John Smedley)…