Tag Archives: resident evil

Lancamentos do Mês – Out/2012

A temporada de super lançamentos nesse fim de ano continua. Seguindo a linha do mês de Setembro, grandes franquias continuam e outras novas começam a surgir nesse mês, como Dishonored e XCOM, sem esquecer, claro, dos DLCs de jogos já lançados, como o Nightmare in North Point, do Sleeping Dogs. E é claro que o destaque de Outubro é o tão esperado Assassin’s Creed III, com novo personagem, muitas surpresas, mas com uma das piores dublagens de brasileiros da história dos games. Continue reading

Especial E3 2012: Conferência da Microsoft

É isso aí, pessoal. Não pensem que fiquei parado (ok, só um pouquinho). King de volta para dar um resumo de cada uma das conferências que aconteceram ontem e hoje na Electronic Entertainment Expo, a E3. Então, preparem-se, porque esse é só o primeiro de uma séries de posts especiais aqui no blog, voltados para a principal feira de games do mundo. Continue reading

Lançamentos do Mês – Mar-Abr/2012

Olá, pessoal. Como eu sumi por todo o mês de Março (e como o mês de Abril é conhecido por não ter quase nenhum lançamento), vim trazer-lhes o que de melhor apareceu nesses dois meses em jogos para vocês. Obviamente que está todo mundo esperando o mês de Maio, ansioso pelo tão esperado lançamento de Diablo III (HALLELUJAH!!!), mas é bom a gente ficar atento no mercado para outros títulos interessantes, não é? Até porque os destaques desses dois meses são jogos de grandes franquias, já conhecidas dos gamers, casuais ou hardcore.

Mass Effect 3Mass Effect 3: sem dúvidas, é o game do mês de Março. Embora sem grandes inovações em sua jogabilidade e gráficos, ME3 aparece, sem dúvidas, como um dos grandes jogos de RPG do ano, mesmo com o fim melancólico da trilogia. As diversas (e um tanto duras) críticas a respeito de seu encerramento, acarretando, inclusive, em processo e petição online para que a Bioware, produtora de Mass Effect, mude o final do game. Mas um grande ganho para o jogo (e para os vários outros que seguem) é a rica interação por Kinect, inclusive com interação por voz. Palmas pra Microsoft e pra Bioware, minha gente! Mass Effect 3 foi lançado no dia 6 de Março para PC, XBOX360 e PS3.

SF x TekkenStreet Fighter x Tekken: é sempre assim. Sempre que um crossgame sai, a galera fica logo com aquele receio de que não vai dar certo. Lógico que eles nem sempre estão certos, mas a história nos ensina que devemos desconfiar. Não temos como esquecer, por exemplo, do “fiasco” que foi Mortal Kombat x DC Universe, mas claro que também temos bons exemplos, como o clássico Marvel x Capcom. E é mais ou menos a linha do último que SF x Tekken parece seguir. À primeira vista, os fãs de Tekken podem não ter ficado muito fãs do jogo, já que é mais claro que Tekken se adaptou ao estilo SF de ser do que o contrário, incluindo a mecânica de luta de SSF4, mas o jogo fez sucesso por onde passou, então é bom guardar um rancor por um instante e testar o que parece ser um bom jogo. SF x Tekken foi lançado dia 6 de Março para XBOX360 e PS3. Uma versão para PC foi lançada dia 11 de Março e deve ser lançada também uma versão para PSVita, sem data definida até o momento.

Resident Evil Operation Racoon CityResident Evil: Operation Raccoon City: definitivamente, não se faz mais Resident Evil como antigamente. Operation Raccon City é mais um game da franquia que deixa a desejar. É aquele típico jogo “ame-o ou odeie-o”, mas aparentemente o ódio foi mais frequente do que o esperado. Todo o game parece ter sido construído às pressas para que saísse no prazo estipulado e, dessa forma, os detalhes, aqueles que geralmente te prendem ao jogo, foram deixados de lado. Também tem o lado de que o jogo não é difícil, a menos que você perceba que não possui munição para suas armas. O jogo até tenta ser divertido em alguns momentos, mas, se seu objetivo é sair por aí atirando em zumbi, talvez seja mais interessante voltar para o Left 4 Dead. REORC chegou às lojas a partir do dia 18 de Março, para PC, e dia 20, para XBOX360 e PS3.

Silent Hill DownpourSilent Hill Downpour: embora não tenha agradado algumas pessoas (especialmente a crítica), o Downpour foi muito bem falado por fazer o que se esperava do título (e que não vinha sendo muito bem feito em alguns títulos anteriores da franquia): ter a essência de Silent Hill (e, claro, causar muitos sustos no caminho). Certamente, os fãs da franquia não ficaram nada decepcionados com mais esse jogo, embora o combate e a taxa de frame pudessem ter sido tratados com um pouco mais de carinho. A Vatra Games, desenvolvedora do game, sem dúvidas foi uma grata surpresa pra mim. Se você é fã da franquia, provavelmente gostará desse game. Está nas lojas desde o dia 13 de Março, apenas para PS3 e XBOX360.

Ninja Gaiden 3Ninja Gaiden 3: se você não tinha a menor ideia de que um novo título dessa franquia iria sequer aparecer esse ano e espantou-se quando deu de cara com esse game na prateleira de sua loja preferida, relaxe. O jogo parece realmente ter chegado às lojas pela porta do fundo, sem badalação e picuinhas que geralmente cercam os grandes títulos, o que é uma pena, já que Ninja Gaiden sempre foi aclamado pelos gamers, incluindo as aventuras anteriores da franquia (mas não confunda: esse game não é um sequencia direta da saga Sigma). Mas a grande tristeza, talvez, seja a falta de profundidade que o game possui. Aparentemente, Ninja Gaiden 3 é apenas pra sair por aí cortando e matando do que algo diferente. Ficou disponível nas lojas no dia 20 de Março, para XBOX360 e PS3.

Prototype 2Prototype 2: o segundo “episódio” desse jogo vem prometendo muitas coisas: mais violência, mais destruição, mais caos. O problema é que o primeiro game também apareceu prometendo muito. Não posso dizer que este não cumpriu o que prometeu: Prototype realmente tem muito caos e destruição, mas o jogo em si não tem “feeling”… o jogo é repetitivo a tal ponto que alguns simplesmente desistem de jogar. Esperamos que essa nova aventura consiga ultrapassar os quesitos negativos do primeiro e teremos um bom candidato a Jogo de Ação do Ano. Prototype 2 é o grande game lançado em Abril; será lançado no próximo dia 24 para PC, XBOX360 e PS3.

Outros Jogos

Fifa Street (Futebol): 13 de Março para PS3 e XBOX360;

Journey (Aventura): 13 de Março, exclusivo para PS3;

Silent Hill HD Collection (Survival Horror Action): 20 de Março para XBOX360 e PS3;

Ridge Racer Unbounded (Corrida): 27 de Março para PC, PS3 e XBOX360;

Devil May Cry HD Collection (Ação/Aventura): 29 de Março para PS3 e XBOX360;

Skullgirls (Luta): 11 de Abril para XBOX360 e PS3;

Risen 2 (RPG): 24 de Abril, apenas para PC (versões para XBOX360 e PS3 devem aparecer dia 22 de Maio).

XBOX360 no PC e outras histórias

Fim do “monopólio” Castlevania: HoD / XBOX Live, briga entre EA e Steam, processos, 15 anos de Resident Evil, KOF XIII, jogos de XBOX360 no Windows… UFA! Muita novidade rolou nos últimos dias, com bafafá digno de novela. CD Projekt sendo processada, Nintendo sendo processada, intrigas entre a EA e a plataforma Steam. O cabaré tá pegando fogo no mundo dos games. Mas, pra alegria da galera, ótimas notícias também estão rolando. O Castlevania: Harmony of Despair não será mais produto presente só na XBOX Live (comprei meu PS3 na hora certa), um megapack de conteúdo de Resident Evil em comemoração ao seu décimo quinto aniversário deve aparecer nas lojas (por enquanto, só do Japão) em Setembro e o lançamento do esperado King of Fighters XIII deve rolar em Outubro (finalmente!!!). Mas a notícia que mais está chamando a atenção dos gamers é, sem dúvidas, o rumor de que o Windows 8 poderá rodar jogos do XBOX360. Pessoalmente, nem gosto de citar rumores aqui no blog, como alguns já devem ter notado, mas algo desse calibre não pode ficar de fora. Infelizmente, não poderei falar de tudo hoje, então vou falar sobre as confusões mais tarde.

Mas antes de começar, gostaria de falar sobre um novo MMORPG que chama minha atenção desde o anúncio de sua produção. The Secret World ainda está pra ser anunciado, mas a proposta (e os vídeos) do jogo é bem interessante. A Funcom, desenvolvedora também de Anarchy Online e Age of Conan, tem uma premissa pra lá de inusitada para games desse tipo: a progressão de personagem é “irrestrita”, não se limita a níveis. Encheu a barra de experiência, você ganha um ponto pra colocar em QUALQUER habilidade do jogo. Tal proposta é totalmente diferente (pra não dizer inédita), especialmente para títulos desse gênero, e chega a ser estranho desvincular o conhecido level da evolução de um personagem. Porém, se isso realmente der certo, será um grande salto para os MMO’s (poderia ser o início de uma nova fase?). Com certeza, deverei escrever um preview sobre The Secret World para vocês terem uma melhor análise sobre o mesmo. Por enquanto, fiquem com o bom artigo do Peter Eykemans sobre o jogo (especificamente sobre progressão de personagem) no site da IGN (em inglês).

Agora, para os fãs de Resident Evil, uma ótima notícia. Ok, ok, não tão boa assim. Comemorando o décimo quinto aniversário da franquia, a Capcom resolveu fazer um pacotão especial que contém nada menos que: RE 1 Director’s Cut, 2 e 3 Last Escape originais do PS, RE4 e Code:Veronica em HD, todas com suas trilhas sonoras e mais algumas ‘quinquilharias’. Além disso, o box tem um espaço reservado para colocar seu RE5 (só o espaço mesmo; o jogo é vendido em separado). O problema é que ele só estará disponível para venda pelo site de vendas da Capcom (e-Capcom) no Japão. Segundo a Gamespot, não há previsão de lançamento do pack na América do Norte (e, provavelmente, em nenhum outro lugar).

Saindo do mundo do horror para o das lutas, King of Fighters XIII, que tinha sido anunciado pela Atlius na E3, está chegando dia 27 de Outubro (no Japão), com a confirmação de retorno de vários personagens. Disponibilizando mais de 30 personagens para escolher (entre eles, Maxima, King, Billy Kane e a queridinhas dos adolescentes com espinhas Mai Shiranui), KoF pretende voltar com força total, prometendo lutas mais rápidas e um modo online BOM, pra variar. O jogo estará disponível para PS3, XBOX360 e plataforma Arcade, claro.

Já para você, menininho invejoso que tem um PS3 e morria de raiva porque seu amiguinho que mora na frente de casa e tem um XBOX360 podia jogar freneticamente o Castlevania: Harmony of Despair, seus problemas acabaram! A Konami acabou com a frescurinha e resolveu disponibilizar o jogo, que só tinha na XBOX Live, também na PlayStation Network. Essa versão para PS3 também contará com o pacote de mapas “Beauty, Desire, Situation Dire” e mais dois personagens além dos já disponíveis: Julius Belmont e Yoko Belnades. A data de lançamento ainda não foi divulgada.

XBOX no PC?

XBOX no PC?

Depois do anúncio de alguns relatórios da Microsoft dizendo da possibilidade de se jogar games do XBOX360 no PC, a notícia bombou em tudo quanto foi site (especializado ou não) de games. Um artigo da Tekny-late entitulado  “Jogue XBOX360 no PC – Windows 8” mostra bem o que é essa nova jogada da Microsoft. Um trecho do artigo cita os principais pontos positivos para a Microsoft e o novo mercado que se abrirá com isso (tradução livre):

Com a diminuição do número de exclusivos Xbox, este é um passo na direção certa para a Microsoft em termos econômicos. Abrir um mercado inteiramente novo sem ter que gastar um centavo é de longe a coisa mais lucrativa que a Microsoft anunciou e aqui está o porquê:

1. Proibida a reprodução – Microsoft não terá de produzir novos discos para essa nova plataforma. Os jogadores podem simplesmente comprar ​​jogos do Xbox360. Futuros jogos só serão lançados com o selo de “compatível com Windows 8”;
2. Assinaturas – A Xbox Live por si só compõe a maior parte da receita para a Microsoft. Se a empresa pode fornecer o serviço para, não apenas uma, mas duas plataformas, os lucros podem dobrar. Com uma plataforma de DRM semelhante ao Steam e a Origin da EA, sua linha de produtos é garantia de render lucros.
3. Marketing – O marketing não é nenhum estranho para a Microsoft, que gastou mais de 500 milhões de dólares somente na comercialização do Kinect. Sendo assim, você pode esperar uma presença maciça do Windows 8 na mídia no próximo ano. O anúncio de uma compatibilidade de jogos Xbox360 no PC através de compra do sistema operacional é o suficiente para pegar uma boa fatia do demográfico gamer.

Embora haja muita especulação, há ainda mais perguntas sendo feitas. “Por que você comprar consoles Xbox360 se os jogos funcionam no PC?” “Por que eu iria querer comprar a versão Xbox 360 de jogos?” Embora eu não tenha qualquer informação sobre o novo console da Microsoft, eu posso dizer com segurança que a Xbox360 está sendo posta de lado e um console de próxima geração está em obras. Então, se você tiver uma grande coleção de jogos do 360 e um PC poderoso, você vai desfrutar de Windows 8. Fique ligado para mais informações.

O site da Gamespot cita ainda que essa possibilidade de jogar games do XBOX no PC só se daria ao ter uma conta de pagamento mensal ao estilo da XBOX Live, e que a jogatina com um amigo entre plataformas seria proibida (o que seria um tanto sem sentido, na minha opinião), graças à teórica “vantagem” que os PC gamers têm de jogar com mouse e teclado, em comparação com os joysticks do console. Como nada ainda foi confirmado pela Microsoft, esses rumores ainda vão render muito.